Artigos



Balada? Que nada…


 

Tava assistindo Stand Up Comedy, e o humorista estava dando exemplos do que rolava na balada! Comecei a rir sozinha porque eu sempre fui um completo desastre nesse assunto. Sempre detestei, mas demorei a entender o por que!

Pra começar bem do começo, lá ainda quando eu me sentia “um estranho no ninho”, eu sentia que alguma coisa tava errada. Nunca sabia o que vestir, depois em qualquer balada que fosse, tinha uma fila kilométrica pra enfrentar, um lugar apertado e apinhado de gente pra variar… e um som insuportável de aguentar. Também acho que minhas baladas de vida toda dão pra contar nas mãos e super exagerando…

foto-de-balada-fail

2013110920131109wo3xwmn5ot4yh24xbu57

Numa dessas infelizes saídas, na fila da entrada eu me pergunto: “O que quê eu to fazendo aqui!”? Sério, respeito todos os gostos, mas eu não sou tão eclética assim. Já começa por aí: música ruim pra mim, muita gente junto reunida, se apertando e se esmagando, bebida CARA e QUENTE, não curto ficar “dançandinho” no cantos, sou desajeitada… sem contar na galera desesperada que acha que porque tá na balada tá todo mundo metendo guerra. Pra mim sempre foi estresse… o que absolutamente muda de história quando se trata de shows! 😉

chapolin

Sei que existem milhões de baladeiros por aí e que se divertem, mas EU NÃO nasci pra isso! Definitivamente não muda minha vida e não ‘agrega nenhum valor’…, hahahaha… mas e que tal um barzinho!!!!? 😉

convidados-tomando-drink-balaca

Bom descanso!

Beijocas, Fêia.


Tags: , ,

Deixe uma resposta


Cadastre-se para receber novidades!

Cadastre-se para receber novidades!

Fique por dentro de eventos, palestras, workshops e muito mais! Cadastre seu email e receba as novidades.